Vitor Henrique Paro. Entrevista ao Serviço de Comunicação e Mídia da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, em 10 de outubro de 2013.

Conteúdo:

Ciclos escolares

– Sinônimo de graus ou níveis de ensino.
Ex.: antigo nível secundário: 1° ciclo (ginasial), 2° ciclo (colegial)
– Não tem nada a ver com os avanços da Pedagogia e é inteiramente compatível com a seriação e com a reprovação escolar.
– É o tipo de ciclos que acabou, de certo modo, sendo implantado na rede pública estadual de São Paulo. Explicação.

Ciclos de aprendizagem

– Baseados nos ciclos de desenvolvimento biopsíquico e social da criança e do adolescente (explicação)
– Sua consideração na organização do ensino leva à
.   eliminação da seriação
.   eliminação (imediata ou progressiva) da reprovação
– Eles se mostram necessários sempre que se procura implantar uma concepção de educação escolar que supere a retrógrada estrutura pedagógica que temos aí.
– Exemplos: São Paulo, com Paulo Freire (explicação)
Porto Alegre, Blumenau, Belém, Belo Horizonte (só agora os tucanos conseguiram reverter os progressos)

Equívocos:

– ciclos de aprendizagem não é solução para pobre
– não podem ser confundidos (como em São Paulo) com graus ou níveis de ensino

Post not found !

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *